Ads 468x60px

Labels

Visualizações

Featured Posts

.

Publicidade e Propaganda

Publicidade e Propaganda

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Vitória é absolvido por copo arremessado em jogo contra o Bahia

O Vitória foi absolvido na noite desta terça-feira (25) em julgamento realizado pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA) devido a um torcedor do Leão ter arremessado um copo no gramado da Arena Fonte Nova durante o triunfo do Rubro-negro por 2 a 1, no último dia 9 de abril, pelo Campeonato Baiano.



O Vitória foi incluso no artigo 213, inciso III, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva. A pena prevê multa entre R$ 100 e R$ 100 mil e a possibilidade de perda de mando de campo. A dupla Ba-Vi vai se reencontrar nesta quinta-feira (27), às 19h30, no Barradão, pelo primeiro duelo da semifinal da Copa do Nordeste.

Tiago é absolvido pelo TJD-BA e fica livre para disputar finais do Baianão

Denunciado pela expulsão no clássico Ba-Vi do último dia 9 de março, o zagueiro Tiago foi absolvido por unanimidade na noite da última terça-feira (25) em julgamento realizado pelo Tribunal de Justiça Desportiva da Bahia (TJD-BA). Com isso, o defensor está liberado para atuar nos dois clássicos que decidem o Campeonato Baiano de 2017.



Tiago, que recebeu um cartão vermelho após um choque com o rubro-negro André Lima, havia sido citado no artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente).

Polícia distribui foto de suspeito de matar enfermeira

Uma foto do suspeito de ter assassinado uma enfermeira em Alagoinhas (ver aqui), agreste baiano, foi divulgada pela Polícia Civil nesta terça-feira (25). A enfermeira Rosângela Costa, de 35 anos, foi morta a golpes de faca e o corpo, achado dentro de casa na sexta-feira (21).



Segundo a 1ª Delegacia Territorial (DT), em Alagoinhas, o celular da vítima foi localizado com um receptador que apontou Edvan Alves dos Santos, o “Van”, como o vendedor do aparelho. Ainda segundo a Polícia, depois que a justiça deferiu o pedido de mandado de prisão solicitado pela delegacia de Alagoinhas, uma foto do suspeito passou a ser distribuída pela polícia para ajudar na localização do suspeito.

Quem souber do paradeiro do acusado pode entrar em contato com a 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), com sede em Alagoinhas, pelos números 75 3423 – 8253 e 3423 – 8252 ou pelo Disque Denúncia: 181 (interior) e 3235 – 0000 (Capital).

França e Bélgica prendem 10 suspeitos de ceder armas para ataque ao Charlie Hebdo

Deez pessoas foram detidas desde segunda-feira (24) na França e na Bélgica suspeitas de fornecer as armas aos terroristas que participaram do atentado, em janeiro de 2015, em Paris, contra a revista “Charlie Hebdo” e contra o mercado judeu “Hyper Cacher”, informaram autoridades nesta quarta (26).



As detenções ocorreram na segunda, terça (25) e na manhã desta quarta (26), informou a Promotoria de Paris.

Segundo a imprensa francesa, as pessoas presas entregaram armas para Amedy Coulibaly, o terrorista que, um dia depois do atentado contra a revista, assassinou um policial em Montrouge, no sul de Paris.

Amedy Coulibaly, que matou um policial e reféns após atentado contra a revista “Charlie Hebdo”, em imagem de arquivo. No dia 9 de janeiro de 2015, quando a polícia cercava os dois autores do massacre do Charlie Hebdo, Coulibaly fez reféns clientes e funcionários de um supermercado judeu, também na capital francesa, e assassinou quatro pessoas antes de ser morto pelos policiais.

As investigações sobre as armas de Coulibaly já tinham conduzido a Claude Hermant, um ex-mercenário conhecido por seus vínculos com a extrema direita. Ele estava preso e, interrogado, acabou dando novas pistas aos investigadores, segundo o canal "BFMTV".

Segundo a investigação, Hermant e sua mulher compraram de uma empresa eslovaca as quatro pistolas Tokarev e os dois fuzis Kalashnikov, que estavam com Coulibaly quando atacou o Hyper Cacher.

O ex-mercenário contou aos investigadores que em 2014 colaborava como informante da Gendarmaria de Lille, que lhe encomendaram que se infiltrasse nas redes de tráfego de armas.

Venezuela ameaça sair da OEA caso grupo debata crise no país

A VeVenezuela alertou na noite desta terça-feira (25) que pode sair da Organização dos Estados Americanos (OEA) se o grupo decidir seguir em frente com uma possível reunião de chanceleres para debater a situação do país em crise.



A organização sediada em Washington disse na terça-feira que seu conselho permanente vai realizar uma reunião nesta quarta "para a 'consideração da resolução convocando uma reunião de consulta à ministros de Relações Exteriores' sobre a situação na Venezuela". A organização informou que a reunião foi convocada por mais de doze países, incluindo o Brasil e os Estados Unidos.

A Venezuela, comandada por um governo de esquerda, e a OEA têm se confrontado por meses e a liderança da organização afirmou que o país deve ser suspenso do grupo caso não realize eleições gerais "o mais rápido possível", em meio a uma penosa crise econômica.

PF cumpre mais de 100 mandados em ação contra lavagem internacional de dinheiro

A poPolícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (26) a Operação Perfídia, para investigar uma organização criminosa especializada em lavagem internacional de dinheiro, blindagem patrimonial e evasão de divisas. Segundo a polícia, a quadrilha tem ramificações em pelo menos cinco países.



Agentes da PF foram às ruas para cumprir 103 mandados judiciais, a maioria no Distrito Federal, onde a ação se concentra. Também há mandados em 11 estados: Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Pará, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Tocantins.
Dois mandados foram de prisão temporária. As duas pessoas foram presas em Brasília: Claudia Chater, prima de Habib Chater, dono de posto de gasolina e um dos primeiros presos na Operação Lava Jato; e Edvaldo Pinto, uma espécie de funcionário de Cláudia.

Outros 46 mandados são de condução coercitiva (quando a pessoa é levada para depor) e 55 são de busca e apreensão.
Segundo a polícia, a investigação começou a partir de uma prisão em flagrante ocorrida na imigração do aeroporto de Brasília em agosto de 2016.
O núcleo duro da organização criminosa, segundo a polícia, são empresários como donos de postos de gasolina, agências de turismo e casas lotéricas. De acordo com as investigações, eles realizavam operações de câmbio não-autorizadas, dissimulavam compra e venda de imóveis de alto valor e remetiam o dinheiro ilegalmente para o exterior.

A PF apura ainda o uso de "laranjas" por parte dos integrantes da quadrilha e também a falsificação de documentos públicos, especialmente certidões de nascimento emitidas em cartórios no interior do país. Também foram falsificados passaportes.

A polícia informou que em apenas uma das operações fraudulentas de compra e venda de imóvel, o grupo criminoso obteve o valor de R$ 65 milhões.
Ainda de acordo com a PF, em uma ação realizada em 2016 em um endereço de um dos integrantes do núcleo duro do equema foram encontrados documentos que apontam para uma empresa do tipo offshore controlada pela organização no exterior. Essa empresa, segundo as investigações, pode ter realizado movimentações de mais de US$ 5 bilhões.

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 97 milhões nesta quarta

O sosorteio 1.924 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 97 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) desta quarta (25), em Franco da Rocha (SP). A premiação é a maior do ano.As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

MP de SP suspeita que Gegê do Mangue controle o tráfico de drogas no Paraguai

O MiMinistério Público (MP) de São Paulo suspeita que Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, considerado o número 3 do Primeiro Comando da Capital (PCC), esteja controlando o tráfico de drogas no Paraguai.



Na segunda-feira (24), criminosos armados invadiram a Prosegur, transportadora de valores em Ciudad del Este, no Paraguai, perto da fronteira com o Brasil. Lá, roubaram cerca de R$ 120 milhões. Na perseguição, um policial paraguaio foi morto e três suspeitos do crime morreram em troca de tiros.

De acordo com o jornal ABC Color, o Ministério do Interior paraguaio informou que há indícios de que o roubo tenha sido cometido por criminosos brasileiros do PCC, que surgiu em São Paulo. Até a publicação desta matéria, ao menos 14 suspeitos do mega-assalto foram presos, segundo a PF.

Homem preso em Cascavel é apontado como líder de assalto no Paraguai

Um homem de 37 anos preso na manhã desta última terça-feira, 25, em Cascavel, no oeste do Paraná, é apontado como o líder da quadrilha que roubou cerca de R$ 120 milhões da transportadora de valores Prosegur na segunda-feira, 24, em Ciudad del Este, no Paraguai, segundo a Polícia Federal.



O suspeito foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na rodoviária de Cascavel em um ônibus da linha Foz do Iguaçu-Curitiba. Natural de São Paulo, ele portava documento de identidade falso, de Itajaí, em Santa Carina.

Segundo o porta-voz da PF de Cascavel, Gustavo Korp, as informações colhidas até o momento indicam que ele seria o líder do bando. O homem, cuja identidade não foi revelada, está preso na Delegacia da Polícia Federal de Cascavel.

Até o início da tarde de ontem, 11 pessoas haviam sido presas durante a operação desencadeada em conjunto pelas Polícias Federal, Rodoviária Federal, Militar e Civil em toda região oeste do Paraná. Barreiras e blitze estão sendo feitas em rodovias para prender o restante da quadrilha. Helicópteros auxiliam nas buscas.

Marcos é denunciado pelo MP por agressão a Emilly no BBB 17

O ex-participante do Big Brother Brasil 17 (TV Globo), Marcos Harter, foi acusado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) de agredir Emilly durante o reality.



Em nota ao UOL, a assessoria do MPRJ confirmou que a agressão aconteceu durante a festa Retrô do programa. "Marcos agrediu Emilly com fortes beliscões, que causaram um hematoma no braço esquerdo da vítima, por motivo fútil, que seria ciúmes. Em outro momento, o denunciado ofendeu novamente a integridade corporal de Emilly, com um apertão no antebraço direito, que acarretou um novo hematoma roxo. As lesões constam em Laudo de Corpo Delito".


O promotor de Justiça, Gianfilippo Pianezzola, informou que "as agressões físicas e psicológicas suportadas pelas vítimas, causadoras de dano físico e emocional, consistem forma de violência doméstica e familiar". O caso será encaminhado para a Justiça, que após análise decidirá se Marcos vira réu do processo.

Veja o que mudou com a reforma da Previdência

Depois de apresentar o relatório com nova redação, Rogério Marinho acatou oralmente algumas alterações sugeridas por parlamentares, entre as quais a proibição de que o pagamento de benefícios, diárias ou prêmios possam alterar a remuneração principal do empregado e a inclusão de emenda que prevê sanções a empregadores que cometerem assédio moral ou sexual.



Marinho disse que, após a votação, vai se reunir com integrantes da bancada feminina para definir acordo sobre mais alterações em torno de alguns pontos, em especial o que trata do trabalho de mulheres grávidas e lactantes em ambientes insalubres.

O texto consolidado com todas as mudanças incorporadas ainda não foi divulgado. A oposição ainda tenta votar os destaques em separado antes do início da ordem do dia no plenário. O relator disse que poderá fazer mudanças até o momento da votação em plenário, prevista para quarta, 26.

Como se trata de um projeto de lei, para ser aprovado em plenário, basta o apoio da maioria simples dos deputados presentes na sessão. Se aprovada, a proposta seguirá para o Senado.

Comissão especial da Câmara aprova relatório da reforma trabalhista

A comissão especial criada para analisar a reforma trabalhista na Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira, 25, o parecer do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN). O relatório foi aprovado por 27 votos a 10 e nenhuma abstenção, com ressalvas aos destaques incluídos no relatório durante a discussão.



Entre os partidos que têm representação na comissão especial, PT, PDT, PCdoB, PSOL, PSB, PEN e a liderança da minoria orientaram voto contra o parecer do relator Marinho. Para a oposição, a proposta retira direitos dos trabalhadores e precisa ser mais discutida. Para os governistas, a proposta já foi amplamente debatida e contribuirá para modernizar as relações de trabalho e estimular a geração de empregos.

O Projeto de Lei (PL) 6.787/2016, que altera diversos pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) tramita em regime de urgência e agora segue para análise do plenário da Câmara. Segundo o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a matéria será colocada em pauta para votação na quarta, 26.

A reunião de apreciação do relatório começou por volta das 11h30 e durou mais de seis horas, com embate entre parlamentares da base aliada ao governo e da oposição. Tentando adiantar a votação, as lideranças governistas conseguiram aprovar um pedido de encerramento da discussão. Do total de 45 oradores inscritos para debater a matéria, apenas seis expuseram seus argumentos sobre o relatório. Houve reação da bancada oposicionista, que já tinha se manifestado no início da reunião pela prorrogação dos trabalhos da comissão.

Após 5 jogos pelo Boa, goleiro Bruno volta à prisão por decisão do STF

Após disputar apenas cinco jogos pelo Boa Esporte Clube, o goleiro Bruno voltará à prisão, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Nesta terça-feira, 25, a Primeira Turma do STF decidiu, pelo placar de 3 a 1, mandar de volta para a prisão o jogador, condenado a 22 anos e 3 meses de prisão pela morte e ocultação de cadáver de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho.



Bruno estava solto desde o fim de fevereiro, quando ganhou liberdade e acertou vínculo com o time mineiro, que disputa a segunda divisão do Campeonato Mineiro. A contratação gerou polêmica na cidade de Varginha e no futebol brasileiro, dividindo opiniões. O clube, porém, sofreu com a perda de patrocinadores, que rejeitaram o reforço.

Na breve passagem de Bruno pelo clube, o Boa obteve duas vitórias e dois empates e sofreu uma derrota. Nestes cinco jogos, o goleiro, que se destacou nacionalmente com a camisa do Flamengo antes de ser preso, sofreu quatro gols com a camisa da equipe mineira.

Por maioria de votos, a Primeira Turma do STF decidiu não referendar a liminar que havia sido concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello no dia 21 de fevereiro deste ano. Ao analisar o caso, Marco Aurélio considerou o fato de o jogador possuir bons antecedentes, além de destacar que o recurso apresentado pela defesa ainda não havia sido apreciado pela Quarta Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Os ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber e Luiz Fux votaram a favor de mandar de volta para a prisão o goleiro, conforme havia sido pedido pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O ministro Luís Roberto Barroso não compareceu à sessão.

Em 2013, o Tribunal do Júri da Comarca de Contagem (MG) condenou Bruno pelo assassinato e ocultação de cadáver de Eliza Samudio e também pelo sequestro e cárcere privado do filho. O goleiro foi solto com a liminar de Marco Aurélio, após cumprir seis anos e sete meses de detenção em regime fechado.

CBF determina que Ba-Vi tenha torcida única

Por uma decisão da CBF, que optou por acatar integralmente a orientação do Ministério Público da Bahia (MP-BA), Bahia e Vitória vão se enfrentar com torcida única nos próximos clássicos, a começar pelo Ba-Vi de quitna-feira, 27, no Barradão, válido pela semifinal do Nordestão.



A decisão vai de encontro à dos dois clubes, que já tinham se pronunciado oficialmente e em conjunto, se colocando contrários à torcida única e abrindo mão da orientação do MP-BA. De acordo com o presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Ednaldo Rodrigues, o documento da CBF chegou à entidade por volta das 19h30 desta terça, 25. “Assim que recebemos o comunicado demos ciência aos dois clubes”, disse o dirigente.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Pai faz vídeo de bebê com doença rara após dose de remédio de R$ 3 milhões em Ribeirão:



Um vídeo feito pela família do menino Joaquim Okano Marques, de oito meses, mostra o momento em que o garoto quase consegue fechar a mão, algo que, segundo o pai, nunca havia ocorrido antes. O menino de Ribeirão Preto (SP) começou a realizar tratamento contra a atrofia muscular espinhal, doença degenerativa rara que paralisa os músculos do bebê e pode levar à morte, no dia 15.

Joaquim foi diagnosticado com a atrofia muscular espinhal quando tinha dois meses de vida. A doença impede qualquer movimento do corpo. O bebê só mexe os olhos e, com o tempo, as chances de sobrevivência dele diminuem progressivamente. A compra do remédio, que é capaz de estabilizar a morte celular nos neurônios do cone anterior da medula, foi efetuada após uma campanha de financiamento online. O medicamento, que foi aprovado nos EUA, custou R$ 3 milhões.

O vídeo foi gravado em um hospital de Ribeirão Preto (SP) no dia 16, um dia após Joaquim ter recebido a primeira das seis doses do medicamento milionário, recém-lançado nos Estados Unidos. Para o pai do menino, o registro representa uma vitória, embora ele ainda não saiba se o medicamento teve relação com o progresso mais recente do menino.