Labels

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Menino de 11 anos morto por GCM saiu de casa escondido, diz mãe

A mãe do menino de 11 anos, que foi morto por guardas civis metropolitanos na manhã deste domingo (26), em Guaianazes, na Zona Leste de São Paulo, durante uma perseguição, disse que ele saiu escondido de casa. Um dos guardas foi preso em flagrante, mas liberado logo em seguida após pagamento de fiança.

Waldik estava dentro de um carro e a suspeita é que ele estava na companhia de ladrões. Ele faria 12 anos no dia 13 de agosto. O corpo da criança está no IML (Instituto Médico Legal) Leste e familiares aguardam a liberação. O velório irá ocorrer no Cemitério da Vila Formosa na manhã desta segunda (27) e o enterro está previsto para as 16h.

Dona Orlanda Correia Silva, mãe de Waldik, conta que a última vez que viu o filho foi no sábado à noite (25) quando saiu para trabalhar. Ela disse que o menino saiu escondido de casa, após uma irmã mais velha proibir sua saída e trancar a porta.

0 comentários: